Cirurgias de coluna

Em relação às cirurgias de coluna convencionais, os procedimentos minimamente invasivos apresentam como principal vantagem a possibilidade de realizar incisões menores, que agridem menos tecidos e músculos, e permitem recuperação mais rápida. Para conhecer cada um deles, clique nos botões correspondentes abaixo.

Cirurgias minimamente invasivas de coluna

O primeiro procedimento cirúrgico minimamente invasivo de coluna foi realizado na década de 1980. E, desde então, é crescente a participação deste tipo de procedimento no total de cirurgias realizadas.

 

Os procedimentos minimamente invasivos apresentam muitas vantagens em relação aos convencionais. Como já mencionado, as incisões menores (entre dois e cinco centímetros), além de agredirem menos os tecidos e músculos, permitem recuperação mais rápida. O procedimento costuma ter duração de uma a três horas, e o tempo de internação pós-operatório é de, no máximo, dois dias.

 

As incisões menores também apresentam como consequência a menor perda de sangue, o menor risco de desenvolver infecções e a menor necessidade de medicação para dor após a cirurgia.

 

Atualmente, há procedimentos minimamente invasivos indicados para o tratamento de Hérnia de disco, Discopatia Degenerativa, Escoliose, Estenose e Vértebras fraturadas.